Notícias

SindSaúde-PR promove live sobre a pesquisa que traça perfil dos profissionais “invisíveis” da Saúde

LiveSindsaude_1706_ProfissionaisInvisiveis

LiveSindsaude_1706_ProfissionaisInvisiveisNesta quinta-feira (dia 17), a partir das 19h, o SindSaúde-PR irá promover uma live para debater a pesquisa “Trabalhadores Invisíveis da Saúde: Condições de Trabalho e Saúde Mental no Contexto da Pandemia de Covid-19 no Brasil”.

O evento terá transmissão pela página do Facebook do SindSaúde e pelo canal do Youtube.

A pesquisa será apresentada pela socióloga e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz), Maria Helena Machado. Graduada em Ciências Sociais e mestre e doutora em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), atualmente ela é pesquisadora titular da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca da Fundação Oswaldo Cruz. Maria Helena também já foi diretora do Departamento de Gestão do Trabalho e Regulação em Saúde do Ministério da Saúde.

Também participam da Live o assistente social Guilherme Lopes Latini, que é diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior no Paraná (Sinditest-PR); a presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Curitiba e Região (SINDESC), Isabel Cristina Gonçalves, que é também secretária geral da FetraSaúde e vice-presidente da CNTSS; e a técnica em enfermagem, Benedita Isabel dos Santos, que é secretária da Justiça social e racial da Fessmuc. A mediação será feita pela coordenadora-geral do SindSaúde-PR, Olga Estefania.

Além do SindSaúde-PR, a atividade é promovida pela FetraSaúde, Fessmuc, SINDESC e Sinditest-PR.

A pesquisa

A pesquisa está sendo realizada pela Fiocruz e traça o perfil de milhões de trabalhadoras e trabalhadores que estão na linha de frente do combate ao novo Coronavírus, desempenhando funções técnicas e de apoio às equipes de Saúde em todo o país.

São técnicos e auxiliares de enfermagem, de farmácia e de análise laboratorial, maqueiros, funcionários da limpeza e conservação, motoristas de ambulância, agentes comunitários e outros profissionais que, mesmo integrados à intensa rotina dos hospitais, sofrem com a “invisibilidade” e por vezes passam despercebidos pela sociedade e até por colegas das próprias instituições onde trabalham.

Live “Trabalhadores Invisíveis da Saúde: Condições de Trabalho e Saúde Mental no Contexto da Pandemia de Covid-19 no Brasil”

Nesta quinta-feira (17 de junho), a partir das 19h

Transmissão pelo Facebook e Youtube do SindSaúde-PR

Fonte: SindSaúde-PR