NotíciasNotícias jurídicas

SindSaúde-PR conquista retorno de servidores do HT para o Centro Hospitalar de Reabilitação

SindSaúde-PR conquista retorno de servidores do HT para o Centro Hospitalar de Reabilitação
SindSaúde-PR conquista retorno de servidores do HT para o Centro Hospitalar de Reabilitação

Foto: Américo Antonio/SESA

Logo no começo da pandemia de Covid-19, o SindSaúde-PR (cuja gestão havia recém-começado), cobrou a contratação de mais servidoras e servidores da SESA-PR. Essa cobrança foi reiterada várias vezes ao longo desse período.

O governo optou por ampliar a terceirização. Em uma dessas decisões, o governo resolveu transferir as equipes que atuavam nas enfermarias do Centro Hospitalar de Reabilitação (CHR) para o Hospital do Trabalhador (HT).

Além de requerer informações e os documentos que embasaram as decisões da SESA-PR, o SindSaúde-PR levou o caso ao Ministério Público estadual, que encaminhou a questão à Promotoria de Justiça de Saúde Pública.

Depois das cobranças do sindicato, a SESA-PR emitiu portaria na segunda-feira (22), determinando o retorno de 2 enfermeiras e 20 técnicas e técnicos de enfermagem ao Centro Hospitalar de Reabilitação.

 

Terceirização sob justificativa de combate à Covid-19

Com a pandemia, o Centro Hospitalar de Reabilitação foi escolhido como um centro de referência para o tratamento da Covid-19, o que serviu de justificativa para que seus servidores começassem a ser transferidos e substituídos por terceirizados, mesmo que não houvesse nenhum motivo técnico para isso.

Os novos contratados (via cooperativa) passaram a desempenhar as mesmas funções exercidas pelas servidoras e pelos servidores estatutários. Para o SindSaúde-PR, este método aumenta possibilidades de perseguição e assédio moral por parte da administração, além de ferir a legislação.

Em agosto, o SindSaúde-PR comunicou oficialmente a Promotoria de Justiça de Proteção à Saúde Pública do Paraná sobre a ilegalidade dessas realocações.

As terceirizações fazem parte de uma política mais ampla do governo Ratinho Jr, precarizando as condições de trabalho das servidoras e servidores e prejudicando os serviços oferecidos à população.

O SindSaúde-PR deseja um ótimo retorno a todas e todos as nossas companheiras e companheiros que sempre estiveram firmes nesta batalha, e que tentam a certeza de que o sindicato sempre esteve com vocês neste momento tão difícil.

Juntos somos mais fortes!

SindSaúde gestão Reconstrução – triênio 2020-2023.

 

Fonte: SindSaúde-PR