Notícias

Saúde não é mercadoria, é direito!

😢 Nossos governantes não valorizam e nem respeitam os profissionais da Saúde pública.

⚠ Com a Reforma Administrativa, o governo brasileiro quer privatizar a Saúde e outros serviços públicos essenciais, para que as elites possam lucrar em cima das necessidades da população.

Isso vai totalmente contra o propósito do SUS, que é fazer do acesso universal à Saúde um direito, e não um objeto de chantagem política (por exemplo, quando tiram recursos da área em troca do auxílio emergencial e outros programas).

O projeto vai abrir portas para a corrupção sem limites⤵

Com o fim da estabilidade e a ampliação sem limites da terceirização dos serviços públicos, as servidoras e os servidores concursados estarão fora do caminho, e não poderão fiscalizar e manter a máquina pública funcionando corretamente (seja qual for o governo vigente).

No Paraná, o governador Ratinho Jr também trabalha em benefício das elites, enquanto o povo e os servidores públicos sofrem.

⚠ Ele deixa os profissionais da Saúde pública sobrecarregados na linha de frente do combate à Covid-19, em vez de aumentar o quadro de funcionários (chamando quem já foi aprovado em concurso público).

Além disso, nós trabalhamos exaustivamente na pandemia, mas recebemos menos: nossa reposição salarial foi cortada neste ano, e nosso salário é mordido por uma enorme alíquota previdenciária.

Em vez de nos valorizar, nossos governantes roubam nossos direitos e ainda tentam jogar a população contra nós.

✊ Mas a verdade é que se não fosse nossa atuação e o nosso compromisso com a vida da população paranaense, a pandemia de Covid-19 seria uma tragédia ainda maior.

 

#ProfissionaisDaSaúdePública #SempreEstaremosAquiPorVocê #SindSaúdePR #ValorizeOServidorPúblico #DefendaOSUS

 

Fonte: SindSaúde-PR