GeralNotícias

Privatização da Saúde no Paraná

Acontecerá no próximo dia 9 de agosto uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para discutir o processo de privatização da Saúde no Paraná. O evento será realizado no Plenarinho da Alep com início às 9 horas da manhã e previsão de término ao meio dia. A audiência é uma iniciativa da Alep por meio da deputada Luciana Rafagnin (PT) a pedido do SindSaúde-PR.

O SindSaúde-PR tem atuado contra a precarização do SUS no Paraná. A privatização dos serviços de saúde ocorre por diversos meios tendo a contratação de empresas privadas de saúde como uma destas formas, seja pela Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná (Funeas), seja pela própria Secretaria de Estado da Saúde (SESA).

No governo de Ratinho Junior esse processo foi acelerado de forma vertiginosa. Este modelo privatista afeta a qualidade da atenção à saúde da população, deteriora as condições de trabalho e precariza as contratações de profissionais da saúde, seja por meio de empresas, seja pela contratação de cooperativas de profissionais (inclusive com a quarteirização).

A atuação da Funeas foi ampliada por Ratinho Junior e representa que os serviços públicos sejam geridos indiretamente, ou seja, facilitando o repasse de recursos públicos para a iniciativa privada.

Atualmente, a Funeas administra 14 unidades, com denúncias de deficiência no suprimento de insumos nas unidades hospitalares, na manutenção de equipamentos e falhas na gestão pessoas, criando impasses com os profissionais estatutários (concursados).

Por seu turno a SESA acompanha a ação de redução do Estado ao extinguir cargos públicos (14 funções) que são essenciais para a atenção da saúde da população, dentre eles assistente de farmácia, técnico de radiologia e técnico administrativo. Também promove forte processo de privatização dos serviços da saúde contratando cooperativas de mão de obra de profissionais e empresas terceirizadas de saúde.

Além disso, a SESA se prepara para a realização de Processo Seletivo Simplificado, o que significa a contratação de profissionais por tempo limitado, aumentando a já acelerada rotatividade de mão de obra.

A Audiência Pública tratará destes assuntos e debaterá a propositura de leis que coíbam estas iniciativas.

Anote em sua agenda e participe!

Se você é filiada(o) ao SindSaúde-PR pode fazer sua inscrição para participar pelo telefone (41) 3322-0921 e pelo WhatsApp nos números (41) 99866-3130, (41) 98852-7569 e (41) 98828-6552.