Notícias

Mais do que homenagem, precisamos de respeito

Hospital do Trabalhador. ..Foto: Venilton Kuchler/SESA

Foto: AEN

Na última quarta-feira (5), no Dia Nacional da Saúde, a direção do Complexo Hospitalar do Trabalhador (CHT) fez uma homenagem patrocinada por uma empresa de joias a trabalhadoras que estão na linha de frente no combate à pandemia de Covid-19.

A atitude seria coerente se a valorização fosse uma prática por parte da direção do CHT.

Entendemos que o reconhecimento e a valorização se expressam com atitudes como tratamento digno, humanizado e respeitoso da gestão na relação com as servidoras e os servidores. É preciso que a Gestão do CHT implante medidas para a preservação da saúde física e mental das profissionais e dos profissionais que convivem diariamente com a tensão nesta pandemia. Infelizmente, esta postura está em falta na direção do CHT.

São várias denúncias de assédio moral nas unidades do CHT, incluindo a transferência forçada entre unidades, como aconteceu no Hospital de Reabilitação (HR) e práticas autoritárias de gestão que foram motivo para audiência com a SESA, mediada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT-PR).

Assim como profissionais da Saúde merecem o reconhecimento pelo importante e insubstituível trabalho que realizam no cuidado à saúde da população, seja por meio de palmas ou de manifestações artísticas vindas da sociedade, as servidoras do CHT merecem mais do que pequenas lembranças. Merecem condições dignas de trabalho, ambientes seguros e saudáveis assim como tratamento digno e à altura da relevância social que o exercício da profissão possui, ou seja, queremos respeito.

Fonte: SindSaúde-PR