Notícias

FES mostra que governo está errado sobre finanças

O secretário de Estado da Fazenda Renê Garcia Junior mais uma vez compareceu à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para fazer avaliações equivocadas sobre as finanças do Estado. No último dia 30, o secretário repetiu que há dificuldades para cumprimento das metas fiscais devido ao impacto da pandemia de covid-19, que houve perda de postos de trabalho e queda significativa na arrecadação do Estado e que, além disso, o Paraná teve novas despesas. Tudo isso para prever que em 2021 o governo terá mais dificuldades.

O discurso, na avaliação das lideranças do Fórum das Entidades Sindicais, não é correto e serve apenas para justificar projetos de leis e decretos que tiram direitos do servidores e servidoras do Paraná. Para mostrar os equívocos cometidos na fala do secretário a assessoria para assuntos econômicos do FES preparou um documento que demonstra que o Estado não perdeu receita líquida em 2020, ao contrário, teve ganho.

As compensações vindas do governo federal e a suspensão da dívida foram suficientes para recompor o caixa do governo.

Confira o documento elaborado pelo FES na íntegra.

 

Fonte: FES