Notícias

Contra cortes ilegais nos salários, fisioterapeutas e TOs protestam na SESA-PR

As mobilizações contra a redução ilegal dos salários e o desrespeito à jornada de trabalho de servidoras e servidores fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais (TOs) da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA-PR) continuam.

Na manhã de ontem (21), foi realizada uma manifestação em frente à SESA-PR, em conjunto com a comunidade da Escola Cantinho Feliz, que cobra a reabertura da escola. Por mais que o secretário, Beto Preto, tenha se recusado a receber o movimento, demonstrando a falta de disposição ao diálogo, a categoria se fez ouvir e mostrou que a mobilização seguirá firme.

Fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais estão em estado greve porque o governo de Ratinho Jr vem tentando descumprir a lei federal 8.856/94, que garante o direito à jornada de 30 horas semanais para esses segmentos.

Aos que não aceitarem aumentar sua jornada semanal para 40 horas, o governo estadual ofereceu a “opção” de redução de 25% do salário, o que é contra a lei e está sendo contestado judicialmente pelo SindSaúde-PR. Os cortes já começaram a ser feitos nos salários de setembro.

Na assembleia realizada no dia 28 de agosto, as servidoras e os servidores aprovaram a realização de outras manifestações e o uso da tarja preta em seus uniformes, para mostrar o repúdio aos abusos da SESA-PR.

Confira o vídeo e a galeria de fotos da manifestação.

 

Fonte: SindSaúde