Notícias

Bolsonaro afirma que o congelamento salarial deve afetar todos os servidores, incluindo os da Saúde

O Senado aprovou ontem (6) o projeto que permite o auxílio do Governo Federal aos estados e municípios durante a pandemia da Covid-19 e deixou algumas categorias de fora das regras de congelamento salarial, inclusive profissionais da Saúde, Educação, Segurança Pública e outras categorias. A forte de mobilização dessas categorias foi determinante para o posicionamento dos deputados e dos senadores.

Hoje (7), o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que vai vetar o artigo que protegeu essas categorias, para que o congelamento salarial afete a todos os servidores de todas as esferas. Este era o plano original do Governo Federal.

Caso o veto ocorra, caberá novamente ao Congresso decidir se acata ou se mantêm a coerência e derruba o veto do presidente.

Fonte:SindSaúde-PR