SindSaude Sábado, 23 de fevereiro de 2019

Notícias

Imprimir
  • 26/04/2007

    CES apóia servidores e repudia descontos

    CES apóia servidores e repudia descontos
    O Conselho Estadual de Saúde aprovou moção em apoio aos servidores da saúde, que lutam pela manutenção das jornadas de 20 e 30 horas semanais. A moção também repudia a atitude do secretário Cláudio Xavier, de implantar descontos nos salários. Muitos servidores da saúde atenderam à convocação do sindicato e participaram da manifestação realizada no local. Eles acompanharam a reunião do CES, onde as conselheiras representantes da categoria Elfrida Korol e Graziela Sternheim relataram a situação vivida hoje pelos servidores. Falaram das inúmeras tentativas de negociação com o governo e da frustração pela postura do secretário em não se dignar ao diálogo. Os representantes da Sesa Renato Donizete Pedroso e Gilberto Martins fizeram a defesa de Xavier. Enquanto a reunião acontecia, a direção sindical, com microfone e caixas de som, denunciava na entrada do prédio da Sesa os erros políticos e legais que o governo comete com as atitudes prepotentes do secretário. Também desafiou alguma chefia “que não fosse covarde” a dialogar com a categoria. Como é costume, nenhum diretor da Sesa se dispôs a conversar. Mostraram mais uma vez que preferem abusar do poder da caneta, em vez de debater posições divergentes para consturir posição negociada. Leia a seguir o teor da Moção Nº 002/07 do Conselho Estadual de Saúde, aprovada em reunião realizada na manhã de quinta-feira, 26 de abril, com os votos da ampla maioria dos conselheiros: “MOÇÃO DE APOIO Nº 002/07 O Conselho Estadual de Saúde – CES/PR, regulamentado conforme disposto no inciso III do artigo 169 da Constituição Estadual e artigo 1º da lei Federal nº 1842, de 28 de dezembro de 1990, pela Lei Estadual nº 10.913, de 4 de outubro de 1994, no uso de sua competência regimental conferida pelo art. 5º, reunido em sua 130ª Reunião Ordinária, realizada na data de hoje, reafirma APOIO à jornada de trabalho de 20 e 30 horas semanais dos trabalhadores de saúde, conforme orientação da Organização Mundial de Saúde - OMS, Organização Internacional do Trabalho - OIT, Leis Federais e Deliberações das Conferências Nacional e Estadual de Saúde, e REPUDIA veementemente a decisão da SESA de imputar desconto salarial aos servidores em razão da manutenção dessa jornada de trabalho. Curitiba, 26 de abril de 2007 Raymundo M. Machado, presidente do CES/PR”

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Notícias relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS