SindSaude Terça-feira, 31 de março de 2020

Notícias

Imprimir
  • 23/01/2020

    Chefe de gabinete do Ratinho participa de evento de armas em Las Vegas com dinheiro público

    Chefe de gabinete do Ratinho participa de evento de armas em Las Vegas com dinheiro público

    Nos últimos anos, defender o óbvio sobre a segurança pública tornou-se uma tarefa árdua. Os discursos que defendem o armamento indiscriminado da população, geralmente vindos de setores políticos que desprezam a democracia, ganharam muita força no Brasil.

    O governador Ratinho Júnior, autor da Lei do Desarmamento em 2005, foi um dos que assumiram esse perigoso discurso para si recentemente.

    Se no passado ele foi veementemente contra o comércio de armas no Brasil, agora até paga diárias para o seu chefe de Gabinete, Daniel Wesley Vilas Bôas Rocha, participar de evento de tiro esportivo nos Estados Unidos.

    É o que consta no Diário Oficial do Paraná do dia 8 de janeiro. Daniel viajou a Las Vegas para aproveitar o evento Shot Show 2020, uma atividade que divulga o que há de mais “moderno” em armas e produtos de caça. Tudo isso às custas dos paranaenses. As informações são do portalPorém.net.

    O que já era ruim pode piorar ainda mais. Apesar do evento ter durado quatro dias, Ratinho concedeu 10 diárias a Daniel, o que pode custar mais de R$ 12 mil aos cofres públicos do Estado.

    Em alguma medida, a postura antiética do governador não espanta. Sobre o decreto do presidente Jair Bolsonaro em janeiro de 2019, que flexibilizou a posse de armas no país, Ratinho Junior apenas contemporizou. Disse que era uma “decisão do cidadão”, uma mudança de opinião bastante drástica em relação ao passado.

    Alinhado ao que há de mais retrógrado e violento na política brasileira, não é de se espantar que Ratinho utilize recursos públicos para fortalecer a indústria da violência, uma das mais lucrativas do mundo.

    Na outra ponta, estão as servidoras e os servidores da Saúde pública paranaense, que convivem diariamente nas emergências hospitalares com o reflexo dessa política, atendendo pessoas feridas à bala (muitas não resistem aos ferimentos ou já chegam mortas).

    Em nome dos servidores da saúde do Paraná, o SindSaúde-PR manifesta indignação e repúdio ao uso que o governo Ratinho Junior tem feito dos importantes recursos públicos que deveriam ser aplicados em benefício da população, e não contra ela.

    Não eram essas as pessoas que diziam que “a mamata acabaou”?

    Fonte: SindSaúde-PR

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS