SindSaude Domingo, 26 de maio de 2019

Notícias

Imprimir
  • 02/05/2019

    Dia 14 de junho tem greve geral

    Dia 14 de junho tem greve geral
    Brava gente da saúde vai participar do movimento contra a reforma da previdência

    Trabalhadoras e trabalhadores de diversas categorias e de todo o país vão parar no dia 14 de junho. Será a greve geral contra a proposta de reforma da previdência (PEC 6/2019) apresentada pelo governo federal. Como deliberado na assembleia realizada no último dia 29/4, nós da saúde pública do Paraná também vamos parar.

    Parar para dizer NÃO à iniciativa de acabar com o caráter social da previdência. Parar para dizer que NÃO vamos aceitar ter de trabalhar cinco, dez anos a mais ou ter de morrer trabalhando. Dizer que NÃO vamos aceitar que o país retire verbas destinadas às pessoas mais carentes.

    Desde o dia 29 já estávamos em estado de greve, apenas aguardando a definição das centrais sindicais sobre a data do movimento. Agora, que já temos esse posicionamento, é tempo de construir a paralisação. Debater o que está em jogo com os colegas e trabalhar para construir um movimento expressivo, proporcional aos ataques contra os nossos direitos.

    Pauta estendida – O movimento da greve geral tem pauta única, mas nós, do serviço público estadual, estamos em campanha salarial. Nosso estado de greve vai além da conjuntura estadual. Também estamos descontentes com os sinais do governo do Estado. Embora o governo tenha mudado o discurso na reunião do último dia 29, seguimos na iminência de amargar o quarto ano seguido sem reajuste salarial, as perdas já chegam a 17%, o que equivale a dois salários a menos por ano.

    Pauta estendida II – Os motivos da greve vão além quando olhamos a situação na Sesa. O déficit de funcionários e a luta contra o sucateamento das unidades repassadas à Funeas também são bandeiras que fazem parte da nossa mobilização. São temas que precisam estar em nossos debates.

    Organização – Em breve o Sindicato divulgará mais informações sobre como será o movimento em 14 de junho. Haverá a possibilidade de ir até a capital para a manifestação central ou permanecer no local de trabalho de braços cruzados e dialogar com os usuários.

    Confira AQUI a versão online do Pressão Alta especial sobre os ataques contra o direito de se aposentar.


    Jornal Pressão Alta destacou alguns pontos de como as/os servidoras/es serão afetados

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS