SindSaude Segunda-feira, 17 de junho de 2019

Notícias

Imprimir
  • 15/04/2019

    E agora governador?!

    E agora governador?!
    Pressão Alta explica porque data-base é obrigação

    O mês de maio se aproxima e até agora nada do governador Ratinho Júnior se manifestar sobre o reajuste salarial. Tudo o que ele e seu secretário da administração, Reinhold Stephanes, disseram até aqui dão um sinal negativo pra o pagamento em 2019.

    Para piorar, os governistas ainda insinuam que o reajuste salarial só seria possível caso haja o sacrifício de direitos como quinquênio, anuênio, licença especial entre outros. Aí não. Pode parar!

    A arrecadação cresceu, o gasto com pessoal está estável e o arrocho salarial do funcionalismo é cruel, na casa dos 16%. Um tripé de motivos que fazem do reajuste salarial em 2019 uma obrigação para o chefe do Executivo.

    O jornal traz três tabelas cruciais para entender a discussão e debater o assunto com os colegas. Tem ainda uma super charge que retrata a hipocrisia do governador, que mesmo diante de números positivos na economia estadual, faz de tudo para jogar a população contra o funcionalismo ao dizer que não há Caixa para o pagamento.

    Clique AQUI e confira a versão online do Pressão Alta Especial data-base.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS