SindSaude Sexta-feira, 19 de abril de 2019

Notícias

Imprimir
  • 11/04/2019

    Sem tempo para a brava gente

    Sem tempo para a brava gente
    Primeira negociação do ano ocorreu com o Diretor Geral, Nestor Werner Junior.
    Novo secretário alega não ter agenda para reunião de negociação

    A Secretaria da Saúde informou nesta quinta-feira, 11 de abril, que a segunda reunião de negociação, desmarcada no último dia 3, ficará para o mês de maio. O motivo seria a falta de agenda dos gestores. Diante de uma lista de problemas nas unidades e reivindicações acumuladas, a notícia soa como provocação para a categoria.

    É impossível que 50 dias após à apresentação da pauta de reivindicações o governo não tenha nada para debater. Depois de o Sindicato ter apresentado com dados a gravidade da situação, é inaceitável que o secretário, Beto Preto, não tenha minimamente um plano de ação. Ou estaria planejando tudo de forma alheia às servidoras e servidores?

    Na primeira reunião de negociação, ocorrida dia 21 de fevereiro, as/os representantes do Sindicato sugeriram que fosse estabelecida uma agenda de reuniões. O diretor-geral, Nestor Werner Junior, ficou de apresentar uma proposta de calendário na segunda reunião, marcada naquele dia para 3 de abril. Adiar um dia, uma semana, é uma coisa. Um mês é enrolação.

    Servidoras/es aguardam autorização para entrar na Sesa na primeira reunião de 2019

    Pressão – A brava gente segue aflita nos locais de trabalho. Todos querem saber a que essa gestão veio.São 50 dias desde a primeira reunião e já passamos dos 100 dias de gestão. No entanto, tudo o que vimos até agora é mais do mesmo.Muita retórica mas a única coisa que avança são os planos privatizantes. Os planos de destruir o SUS e desrespeitar os direitos da categoria.

    O Sindicato já informou que não concorda com o espaçamento tão grande entre as duas reuniões. Exigimos que a negociação aconteça com urgência. A pauta conta com problemas de todas as dimensões. Muitos deles, relativamente pequenos, já poderiam ter sido solucionados caso a dinâmica fosse outra.

    Será que esse governo será pior que o último?

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS