SindSaude Segunda-feira, 27 de maio de 2019

Notícias

Imprimir
  • 08/03/2019

    Servidoras e servidores

    Servidoras e servidores
    O sindicato e a linguagem inclusiva de gênero

    Não é de hoje que, ao ler as publicações do SindSaúde, você se depara com trechos em que usamos a linguagem inclusiva de gênero. Por exemplo, quando falamos da categoria escrevemos servidoras e servidores, trabalhadoras e trabalhadores ou então usando a já tradicional expressão brava gente da saúde para tratar do coletivo.

    O SindSaúde há algum tempo optou por inserir aos poucos essa nova forma de escrever em seus materiais. A linguagem inclusiva de gênero tem o objetivo de desconstruir a ideia de universalidade do masculino. Não estamos escrevendo errado ou passando por cima da Língua Portuguesa, mas sim usando os recursos que nela já existem para tratar a todas e todos de forma mais inclusiva.

    Dessa forma valorizamos a participação da mulher nos lugares que ela ocupa na sociedade. Inclusive na nossa categoria a mulher está em maior número, quase 70% segundo dados atualizados pela Sesa! Assim, utilizar o masculino e o feminino é uma escolha política de reconhecer por igual a importância das nossas servidoras e dos nossos servidores!

    Estamos em meio às comemorações do 8 de março, Dia da Mulher Trabalhadora, e nada melhor do que aproveitar a data para reafirmar o nosso compromisso com as servidoras. Saiba mais sobre o 8 de março AQUI.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS