SindSaude Terça-feira, 18 de junho de 2019

Notícias

Imprimir
  • 17/12/2018

    Dupla Rati-Cida prepara pacotaço três em um

    Dupla Rati-Cida prepara pacotaço três em um
    Projetos de lei são verdadeiras bombas

    Dois projetos de lei do governo Beto-Cida já estão na Assembleia Legislativa prontos para ferrar com o conjunto do funcionalismo. O SindSaúde já informou que o governo Beto Richa não pagou a parte patronal das/os servidoras/es aposentadas/os e pensionistas. Isso totaliza uma dívida milionária. E Cida protegendo o governo quer dar esse grande calote no nosso sistema de previdência.

    Essa medida desequilibra ainda mais os fundos de previdência comprometendo o pagamento das/os aposentadas/os.

    O segundo projeto entrega o sistema penitenciário para as mãos de empresas terceirizadas. Ou seja, se aprovado, empregadas/os de empresas terceirizadas substituirão agentes penitenciários concursadas/os. Em resumo, essa situação equivale à terceirização das nossas cozinhas e lavanderias. E a gente sabe os problemas que enfrentamos com essa compra de serviços.

    O pior é saber que quem está fazendo isso perdeu a eleição e quem ganhou está escondidinho sem nada falar pra não se expor. Ratinho podia ser contra o projeto de lei de oficializar o perdão da dívida do governo com o nosso Sistema Previdenciário, que já soma mais de R$ 16 bilhões. Mas tá apoiando pra não ser uma medida do seu governo.

    Cida Borghetti ainda propôs terceirizar o sistema penitenciário. Com isso, a/o agente penitenciário deixa de ser essencial, e a sua função será exercida por uma ou um profissional com pouca qualificação. Ratinho também fica se fingindo de morto.

    No bolso – E a terceira bomba, preparada com requintes de crueldade pela gestão, é o edital assinado pelo diretor-geral Marcello Panizzi, do Detran. E claro que tem a anuência da governadora Cida Borghetti.

    O documento regulamenta o credenciamento de empresas terceirizadas para substituir o atual sistema de vistorias veiculares.

    Até aí tudo bem, só que para fazer vistoria veicular, o contribuinte paga atualmente R$ 47,63 e esse serviço é realizado por funcionários do próprio Detran ou por despachantes. Com a terceirização das vistorias, o contribuinte passará a pagar em torno de R$150. Um aumento de mais 200%.

    Em vários estados do país, onde já aconteceu essa terceirização, as empresas só visam ao lucro mesmo, e o contribuinte que se exploda. Essas sanguessugas apenas disponibilizam poucos polos em cada Estado. Isso significa que proprietários de veículos de cidades pequenas terão de rodar quilômetros para ter seu carro vistoriado.

    Rati-Cida – Se isso tudo está acontecendo e o governador eleito, que era da equipe deste governo, só toma posse no próximo dia 1º de janeiro, é porque ele concorda com tudo e ainda pode posar de bonzinho.

    Ratinho Junior é deputado estadual e tem estofo e bancada para impedir que esse tipo de projeto de lei passe na Assembleia Legislativa e ainda tem tinta na caneta suficiente para anular o edital do Detran, que onera ainda mais o bolso do consumidor paranaense.

    Solidariedade – O SindSaúde, que resiste ao desmonte da saúde pública se solidariza com as/os servidoras/es do sistema prisional e com as/os trabalhadoras/es e despachantes do Detran, que sabem que esse é apenas o primeiro passo para a terceirização de outras áreas da autarquia.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Notícias relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS