SindSaude Terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 26/11/2018

    Denúncias que merecem apuração

    Denúncias que merecem apuração
    Materiais do Hospital de Telêmaco estariam sendo direcionados para outra unidade

    Inaugurado mais uma vez em abril deste ano o – HRTB – Hospital Regional de Telêmaco Borba –, administrado pela Fundação Estatal de Atenção à Saúde - Funeas, está longe de funcionar como deveria. O SindSaúde alertou que a inauguração era de fachada, única e exclusivamente para atender os anseios eleitorais de Beto Richa e Michele Caputo Neto.

    Denúncias recentes surgiram e comprovaram que essa inauguração do Hospital foi mais uma grande mentira contada para a população da cidade. Segundo as denúncias, materiais do Hospital como camas, macas, cadeiras de roda e de banho estariam sendo retirados e direcionados para o Hospital Regional do Litoral - HRL.

    Políticos locais se mobilizaram e impediram que a retirada de matérias continuasse. A informação foi divulgada pelo Jornal Diário dos Campos Gerais e pelo facebook do vereador Mauricio Diógenes de Castro.

    A denúncia da retirada de equipamentos é gravíssima e precisa de apuração profunda. Se o HRL também é gerenciado pela Funeas por que a Fundação não adquiriu o que é necessário para aquela unidade? Estranheza. Todo esse alarde nos põe a reforçar nossos questionamentos sobre a necessidade dessa instituição.

    Outras unidades – Além do HRTB e HRL, a Funeas também firmou convênio com a Secretaria de Saúde para gestão do Centro Hospitalar de Reabilitação - CHR, Hospital Regional de Guaraqueçaba – HRG, Hospital Regional do Sudoeste – HRS e Hospital Infantil de Campo Largo – HICL. Em todas essas unidadeso contrato de gestão não está sendo cumprido, problemas surgem aos montes e o Sindicato já realizou diversas de denúncias sobre as irregularidades.

    Se a fundação recebe verba pública para fazer a gestão e não cumpre as metas, por que a Sesa mantém o contrato?

    Enquanto a Funeas não faz sua parte, enquanto a Sesa parece não tomar atitudes de cobrar a Funeas, o resultado das omissões chega na população de Telêmaco, que aguarda há oito anos a inauguração pelo funcionamento do hospital que já está virando uma lenda macabra.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS