SindSaude Terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 22/11/2018

    Adquiriu direito a progressão em 2018?

    Adquiriu direito a progressão em 2018?
    Avanços na carreira serão pagos ainda esse ano

    Em meio à troca de governo, a brava gente da saúde está em alerta com relação ao pagamento das promoções e progressões adquiridas em 2018. Atento a isso o Sindicato foi questionar o governo para saber como fica a situação destas/es servidoras/es. Em resposta, a gestão informou que o pagamento das promoções e progressões, cujos direitos foram adquiridos em 2018, serão pagos até o fim do ano.

    Os processos deferidos até setembro deste ano devem ser pagos agora na folha de novembro. Se você está nesse grupo é importante conferir no contracheque que está prestes a sair. O restante dos processos deferidos em 2018 devem ser pagos na folha de janeiro.

    Futuro incerto – Os processos de progressão e promoção, que não forem analisados pela comissão de avaliação de títulos ainda em 2018, devem ser resolvidos pela próxima gestão. A gestão atual informou que não tem nenhuma previsão de como o trabalho será conduzido pelo próximo governo. Ou seja, quem já adquiriu o direito ou está muito próximo disso, não pode perder tempo.

    Pendência não resolvida com as/os aposentadas/os - A gestão Richa-Cida vai acabar sem resolver mais uma das pautas das/os aposentadas/os: o pagamento das progressões e promoções para quem se aposentou entre junho de 2015 e maio de 2017. Esse grupo de servidoras/es já recebeu a parte que lhe era devida pela ParanaPrevidência em agosto. Faltava só o governo pagar a parte que lhe cabia, conforme o período em que cada envolvida/o adquiriu o direito e permaneceu na ativa.

    O SindSaúde não esquece desse direito não pago às/aos colegas aposentadas e aposentados. O Sindicato cobrou essa dívida da Sesa e, em resposta ao questionamento do Sindicato, a gestão informou que não existe previsão orçamentária para realizar esse pagamento em 2018. Ou seja, passou a bola para o próximo governo. Desde o final do ano passado, quando após muita argumentação do Sindicato conquistamos a implantação desses avanços no contracheque estamos no pé dos órgãos competentes para cobrar agilidade na resolução dessa pendência.

    São aproximadamente mil servidoras/es que sofrem com o arrocho salarial e tinham a esperança de receber o que lhe é devido ainda este ano. O governo reconhece a dívida, mas não separou dinheiro para pagá-la. Essa é mais uma questão empurrada para a incerteza que nos espera no governo de Ratinho Junior.

    Lutar vale a pena, mas é preciso intensificar –Foi após uma luta de anos e a greve de 2014 que conquistamos nosso plano de carreira. É graças a essa conquista que direitos como estes mencionados nesta matéria serão pagos. No QPPE o governo poderia pagar os avanços quando quisesse, sem ter que pagar os retroativos, e a dívida com as/os aposentadas/os nem existiria.

    As conquistas da greve de 2014 mostram que é na luta que conquistamos avanços. E reconhecemos que há muito a lutar para melhorar o nosso Plano de Carreira, as nossas condições de trabalho e revisão da tabela salarial. Então, não podemos nos afastar das lutas e um bom momento para nos fortalecer em nossa organização é participar da nossa assembleia do dia 8 de dezembro!

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS