SindSaude Terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 20/11/2018

    Dia da consciência negra

    Dia da consciência negra
    Mais do que discutir, é preciso pensar e refletir

    No dia 20 de novembro se celebra em todo o país o dia da Consciência Negra. Mais do que comemorar, a data nos convida a refletir sobre as questões culturais e sociais que permeiam a vida de negras e negros no país. Passados 130 anos da promulgação da Lei Áurea, último ato da luta pelo fim da escravidão no Brasil, será que hoje temos uma sociedade igualitária? Que concede 100% das mesmas oportunidades a negras/os e brancas/os?

    Artigo da Revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, publicação da Fundação Oswaldo Cruz, traz algumas informações importantes para ajudar a pensar o processo histórico do fim da escravidão e como chegamos até ao dias atuais. “O negro saiu da senzala e foi jogado na favela, onde reproduziram-se as mazelas sociais do desemprego, da falta de moradia, da péssima qualidade de saúde e educação, da discriminação racial e da falta de oportunidades.” Será que passados 130 anos, tudo isso já pode ser superado?

    Olhe à sua volta. Quantos negros trabalham com você? Quantos convivem com você no seu círculo social? Quantos estudam na sala do seu filho ou filha? Neste dia o SindSaúde quer estimular o pensamento e a reflexão. Somente com a participação de todas/os é que podemos continuar lutando contra as injustiças da sociedade.

    Para quem curte bons filmes, dá para aliar o lazer à ampliação do conhecimento sobre o tema. A dica que o Sindicato dá é que vale super a pena assistir aos filmes 12 Anos de Escravidão, Histórias Cruzadas ou o filme nacional Besouro.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS