SindSaude Segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 05/10/2018

    Richa perto do fim

    Richa perto do fim
    Solange Benasulin
    Após gestão corrupta e incompetente, ex-governador despenca nas pesquisas

    A última pesquisa eleitoral para o Senado do Paraná revela uma realidade nefasta para o ex-governador Beto Richa. Após a sua prisão por envolvimento em corrupção, ocorrida dia 11 de setembro, o tucano caiu 11 pontos percentuais de acordo com a pesquisa Ibope de 27 de setembro. Richa está agora tecnicamente empatado na segunda colocação com outros dois candidatos.

    Significa que Richa, que largou o governo do Estado para concorrer a uma vaga no Estado e se perpetuar no poder, corre o risco de ficar sem mandato e ter de responder pelos crimes que cometeu como uma pessoa comum, sem foro privilegiado. Mesmo com duas vagas para o senado, Richa deve ser ultrapassado na reta final.

    Não poderia ser diferente. Se os primeiros quatro anos foram ruins, os últimos foram piores. Teve saque na previdência, calote no reajuste salarial do funcionalismo e privatizações que arruinaram as unidades de saúde. Uma pesquisa realizada pelo SindSaúde revela que 77% das/os servidora/es reprovam a gestão de Beto Richa. Entre a população, a rejeição ao tucano chegou a 64% em 2017, de acordo com o Instituto Paraná Pesquisas.

    Saúde – A gestão de Richa na saúde vai ficar marcada como aquela que não inaugurou um único hospital pra valer e derramou dinheiro na filantropia. Para alimentar alianças políticas pelo interior, Richa deixou de lado as unidades próprias. Parece que todo esse apoio virou pó depois que os escândalos de corrupção levaram Richa à prisão.

    Confira AQUI uma avaliação da gestão Richa na área da Saúde

    Vitória - Dentre tantos motivos que podem levar Richa a não ser eleito um deles é a luta do funcionalismo, inclusive da brava gente da saúde. Desde o massacre de 29 de abril de 2015 uma campanha diária foi travada contra a imagem do ex-governador. Só assim foi possível transpor a barreira da impunidade e da complacência entre os poderes.

    Leia AQUI mais informações sobre a guerra entre Richa e os servidores.

    Corrupção – Também foi crucial nessa derrocada não só a prisão, mas os muitos processos de corrupção. Em uma sociedade que clama por políticos honestos e sintonizados com o interesse público, Richa tentou bancar o intocável. Se deu mal.

    Confira todos escândalos que Richa é acusado de envolvimento.

    Radiopatrulha - Gaeco - Propina estradas rurais

    Piloto - Lava Jato - Propina estradas

    Quadro Negro - Gaeco - Desvio de verbas destinadas a reformas de escolas

    Publicano - Gaeco – Esquema de propina na Receita Estadual

    Superagui - MP – Licenciamento ambiental ilegal que teria beneficiado negócios da família Richa.

    Integração - Lava Jato – Propina paga pelas concessionárias e pedágio

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS