SindSaude Quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Notícias

Imprimir
  • 25/07/2018

    Novo depoimento incrimina ainda mais deputado Traiano

    Novo depoimento incrimina ainda mais deputado Traiano
    Detalhes da Operação Quadro Negro reafirmam envolvimento do presidente

    A história política deste Paraná, na maioria dos casos, se confunde com escândalos de corrupção. Que, diga-se de passagem, só saem na mídia quando não têm mais como segurar. O último foi a revelação de detalhes da Operação Quadro Negro, que apura o desvio de mais R$ 20 milhões de escolas em construção e/ou em reforma.

    O delator, dono da construtora Valor, Eduardo Lopes de Souza, foi chamado à Justiça para ser ouvido como colaborador. Ou seja, com o compromisso de esclarecer as dúvidas das autoridades. Esses questionamentos são relacionados a pontos específicos das irregularidades investigadas.

    Surreal – Na reportagem divulgada hoje pelo jornal Tribuna, Lopes de Souza assegurou que os repasses de recursos via caixa 2 à campanha de Traiano teriam sido definidos em uma reunião realizada em 2014, na casa do então governador Beto Richa, do PSDB.

    O dono da Valor afirmou ter se comprometido a dar R$ 100 mil ao deputado e que fez a entrega pessoalmente a Traiano, no gabinete da liderança do governo na Assembleia Legislativa.

    Ao perceber que havia mais dinheiro na mala, o parlamentar teria dito: “Não pode me dar mais?”. O delator teria explicado que o restante dos recursos já estava comprometido com o pagamento a outros deputados.

    A matéria completa, você lê AQUI.

    Corrupção – A corrupção tão falada por aí está atingindo grandes nomes do PSDB e dos aliados de Beto Richa. Traiano é deputado há muitas décadas, ocupou altos cargos como líder do governo e atualmente é presidente da Assembleia Legislativa. Por isso anote em sua caderneta esse nome para riscá-lo da vida política do Paraná. Não vale só não votar nele! 

    É preciso espalhar a notícia e ser atuante para que essas informações cheguem a um grande número de eleitores/as. Os votos desse deputado também sempre foram contra os interesses do funcionalismo e do serviço público.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS