SindSaude Quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Notícias

Imprimir
  • 06/06/2018

    MPC de olho nos plantões médicos

    MPC de olho nos plantões médicos
    Órgão de fiscalização avalia que concurso é obrigatório

    Quando o Sindicato defende que o Estado só deve contratar trabalhadoras/es por concurso não é por acaso. É para defender a qualidade do atendimento e do uso dos recursos públicos. Uma reportagem do jornal Gazeta do Povo divulgou que o Ministério Público de Contas abrirá uma força tarefa para investigar irregularidades em contratações terceirizadas.

    O que motivou a ação foram as sucessivas denúncias envolvendo a contratação de médicos por municípios através de consórcios e outras formas de contrato. Há casos de profissionais que possuem três vínculos e jornada que, teoricamente, chegaria a 100 horas semanais. Além disso, há denúncias de profissionais que estariam ganhando acima do teto para as/os servidoras/es públicos.

    Medicamentos – Outra irregularidade que está na mira do MPC-PR é a compra de medicamentos pelas prefeituras. Existe a suspeita de esquemas fraudulentos nos processos de licitação e de falta de planejamento na compra dos mesmos.

    E a Sesa? – O SindSaúde concorda que todos esses contratos devem ser investigados e alerta: o mesmo deve ocorrer com as contratações feitas pela Sesa. Assim como nas unidades estaduais, nas municipais se amontoam denúncias sobre procedimentos ilícitos na terceirização da contratação de profissionais em unidades da rede estadual.

    Leia AQUI a matéria completa da Gazeta do Povo

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS