SindSaude Terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 06/04/2018

    Coren vai agir em defesa do servidor?

    Coren vai agir em defesa do servidor?
    SindSaúde provoca o Conselho

    O trabalho na saúde tem uma marca: o convívio com elementos físicos, químicos e biológicos de risco à saúde. É sangue, é secreção, é bactéria, é vírus, é material perfurocortante, é produto químico, é radioatividade. E a lista só cresce.

    Também é importante lembrar que estamos em área cirúrgica, no atendimento de emergência, em setores de infectologia em que há alto risco de exposição a material biológico.

    O número de contatos com sangue, incluindo exposições percutâneas e mucocutâneas, é uma realidade.

    Diante de tantos riscos, ter condições de trabalho incluindo nesse item que a unidade de saúde tenha equipes completas é vital para que o ritmo de trabalho permita que a/o profissional tenha calma e muita atenção para a realização dos procedimentos.

    E é exatamente isso que não acontece na Secretaria de Saúde. Aliás, tudo que acontece expõe as/os trabalhadoras/es ao grau mais elevado de riscos e de adoecimento causado pelo trabalho.

    E a Sesa, mesmo tendo concurso aberto, não convoca as/os aprovadas/os. Uma insanidade!

    Temos servidoras/es que não conseguem tirar folga nem licença-prêmio por falta de pessoal. A exigência de jornada extra cresce de forma ilimitada a ponto de o plantão de 12 se transformar muitas vezes em 14 ou 16 horas de trabalho. Quando um plantão de 12 horas vem seguido de outro plantão extra de 12 horas.

    Diante da situação, o Sindicato enviou pedido ao Coren para fazer inspeções conjuntas com o SindSaúde nas unidades. O objetivo é que o Conselho conheça essa realidade e também para que possamos pressionar o Estado a adotar providências reais e urgentes.

    Mais uma – Não é a primeira vez que o Sindicato aciona o Coren. Esse sempre sai pela tangente. Vamos ver se dessa vez o Conselho encara o problema e enfrenta essa luta.

    Conheça o conteúdo do ofício.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS