SindSaude Quinta-feira, 26 de abril de 2018

Notícias

  • 29/03/2018

    TOP FIVE DO MAL

    TOP FIVE DO MAL
    Confira os cinco principais ataques da gestão Richa-Caputo contra a brava gente

    Sem décimo terceiro em 2017
    É isso mesmo. Pela lei 18.943, deveríamos ter recebido 7,3% de reajuste em janeiro de 2017 e mais 1% em maio. Some essa diferença. É o mesmo que ter ficado sem o 13º salário em 2017.

    Salário 12% menor
    Desde 2015 só acumulamos perdas. Richa, quando cancelou a lei da data-base, disse que iria restabelecer a normalidade em quatro etapas. Ele pagou só duas. O resultado é que já se foram três anos sem reajuste e com uma perda salarial acumulada de 12%.

    Sem política de pessoal
    Em sete anos, nem sinal do secretário que prometeu resgatar a função das regionais e implantar a redução da jornada. O que se viu foi um secretário que fugiu das mesas de negociação, reduziu a quantidade de servidoras/es na função e não implantou uma política séria de saúde do trabalhador.

    Aposentadoria ameaçada!
    O governador diz que vai deixar o Estado com R$ 8 bilhões no caixa, mas é justamente esse o valor tirado da nossa previdência. O pagamento das nossas aposentadorias está ameaçado.

    Aumento de impostos
    O Paraná foi o primeiro Estado brasileiro a quebrar. Depois de fechar o primeiro mandato com uma dívida de R$ 1 bilhão, ele reajustou 0 ICMS de 95 mil itens essenciais para a população, subiu 40% do IPVA e ao longo de todo o seu governo subiu a tarifa de água em 132%.

    AVALIE A DUPLA RICHA E CAPUTO

    Sete anos de gestão. Sete anos administrando um dos Estados mais ricos do país. Agora me diga, você aprova a gestão do governador Beto Richa? E o secretário da saúde, Michele Caputo. Pra você a saúde pública melhorou de 2011 pra cá? Clique AQUI e vote na enquete. É rápido, fácil e importante.


Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS