SindSaude Segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 23/11/2017

    Trabalhadores da EBC entram em greve para preservar direitos ameaçados

    Trabalhadores da EBC entram em greve para preservar direitos ameaçados
    SindSaúde se solidariza com o movimento

    Jornalistas e radialistas da Empresa Brasil de Comunicação – EBC – estão em greve desde o dia 14/11, em protesto contra a oferta apresentada pela direção da empresa de congelardos salários, de retirar direitos e de corte de benefícios do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018.

    A decisão foi tomada em assembleia nacional da campanha salarial com um placar bastante folgado: 262 votos a favor e 14 votos contra a greve.

    A data-base das categorias que compõem a Empresa é 1º de novembro. As/os trabalhadoras/es reivindicam 4% de reajuste para repor a inflação do período e perdas acumuladas. Mas a direção da EBC, depois de inúmeras rodadas de negociação, não aceita reajustar nenhuma das cláusulas econômicas e afirma que não vai avançar em relação à proposta de 0%.

    A Empresa é responsável pela TV Brasil, TV Brasil Internacional, Agência Brasil, Portal EBC, Radioagência Nacional, além de oito emissoras de rádio, como as Rádios Nacional do Rio de Janeiro e de Brasília e as Rádios MEC AM e FM. Opera também serviços como o canal de televisão NBr e o programa de rádio “Voz do Brasil”.

    Greve – O SindSaúde se solidariza com as/os trabalhadoras/es da Empresa Brasil de Comunicação e avalia que o único instrumento legal de pressão é de fato a greve. E alerta as/os servidoras/es estaduais da saúde que é preciso começar logo a construir esse movimento para que o governador pare com tanto retrocesso e retirada de direitos. Só a pressão espanta o patrão.

    Com informações do Portal Vermelho

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS