SindSaude Domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias

  • 20/12/2016

    Sesa fecha o ano sem atender nenhuma reivindicação

    Sesa fecha o ano sem atender nenhuma reivindicação
    Foto: Marcio Mittelbach
    Nem por isso vamos abandonar a luta

    A reunião realizada ontem, 19/12, entre a brava gente da Saúde e o governo reproduziu tudo o que o que aconteceu nas anteriores. Questões simples e justas como o decreto da jornada, a transposição das/os aposentadas/os e o reajuste da GAS seguem boiando nos trâmites burocráticos do governo. A Sesa não assume a responsabilidade de não ter feito nada.

    Foi um ano de diversas reuniões e bastante luta. Porém, nenhum avanço. A atitude da Sesa é a mesma das demais secretarias, que não atenderam nenhuma reivindicação do funcionalismo estadual.

    Apresentamos nossa lista de reivindicações em março, mas em dezembro o governo parecia não conhecer bem alguns assuntos. Temas que estavam pela boa, como o decreto que regulariza a jornada para quem tem lei federal, vão ter de começar do zero, para desespero das/os trabalhadoras/es.

    De acordo com a Sesa, a Secretaria da Fazenda teria negado o avanço do decreto por ele ter impacto financeiro. O Sindicato reforça: não há impacto financeiro. Convencemos a Secretaria disso com números. O que existe é pouco caso com os profissionais. Há, também, uma subserviência da Sesa e outras secretarias diante da Secretaria da Fazenda.

    Portarias - A questão dos cerca de 300 servidores que têm portaria que estabelece jornadas reduzidas segue na PGE. Os procuradores argumentam que existe grande quantidade de processos, mas sabemos que são todos muito parecidos, que o que pesa não dar celeridade ao assunto é falta de prioridade dessa gestão.

    Transposição - Também com impacto financeiro irrisório, a transposição dos aposentados, assim como o decreto da jornada, foi vetada pela Comissão de Política Salarial, presidida pela Secretaria da Fazenda.

    Diárias e GAS - Sobre o reajuste de 20% da GAS, sobre a qual já entregamos os estudos de viabilidade financeira em março deste ano, o governo apresenta uma resolução instituindo uma Comissão, que estudaria o reajuste da nossa gratificação. Mais um assunto que ficou para 2017. Se queremos que avance, temos de estar presente na luta.

    Chamamento - O governo prometeu para hoje, 20/12, o edital com o chamamento dos 663 profissionais aprovados no concurso desse ano. A partir do chamamento serão 30 dias para exame médico e só então o ingresso de fato dos trabalhadores.

    HZS - O Sindicato voltou a exigir que a Sesa volte atrás com o desconto da paralisação que realizamos em outubro. A Secretaria ficou de reavaliar a situação.

    Promoções e progressões - A gestão afirma que a implantação desses direitos pode vir no contracheque de janeiro. A conferir. Sobre o retroativo, não apresentaram nenhum cronograma de pagamento.

    2017 - O Sindicato agradece a luta de cada servidora e de cada servidor, as horas e horas de estrada, agradece pelo diálogo travado nos locais de trabalho. Para o ano que vem precisaremos estar ainda mais juntos, organizados e atuantes.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS