SindSaude Sábado, 23 de fevereiro de 2019

Notícias

Imprimir
  • 08/01/2007

    Relógio ponto não tem relação com jornada

    Há tempo diversos locais têm relógio ponto com cartão magnético e outros têm o cartão com registro digital. Nem por isso as jornada são diferentes.
    Surpresa desagradável assolou a categoria no final do ano passado. Estamos falando do memorando que tratava da jornada de trabalho emitido pelo ex- secretário de saúde, Cláudio Xavier. Desde então, grande parte da categoria se sentiu ferida em seu direito e, unidos, os trabalhadores da saúde decidiram resisitr pela manutenção da jornada realizada há cerca de década e meia. Alguns locais de trabalho sofrendo – e em pouquíssimos casos continuam – forte pressão de chefias. Para constranger servidores, usam de argumentos frágeis e inapropriados. Atuação do sindicato O SindSaúde incansavelmente buscou dialogar com a Secretaria de Saúde, mas as tentativas foram ignoradas. Em outras instâncias do governo fomos atendidos diversas vezes e encontramos um clima de conciliação em torno da idéia de que o assunto não poderia ser tratado por meio de um simples papel ordenando o cumprimento da jornada. Diversas autoridades apontavam para a necessidade de tratar a situação com a atenção e tempo que ela merece. E, para tanto, era preciso aguardar a próxima gestão na Sesa para abrir ampla negociação sobre o tema entre o sindicato e o governo. Enquanto isso, tudo deve continuar como está acontecendo há mais de 14 anos. Relógio ponto É preciso entender que a mudança no registro do ponto não interfere na manutenção da jornada de 30 horas semanais. Lembrem-se que já há muito tempo diversos locais têm relógio ponto com cartão magnético e outros têm o cartão com registro digital. Nem por isso nesses locais a jornada era diferente. Portanto, a instalação de relógios pontos não tem relação nenhuma com a jornada de trabalho. Unir a mudança no registro do ponto com o retrocesso do direito à noss jornada de trabalho é apenas aproveitar-se de uma situação para tirar a tranqüilidade do servidor, criando medos de toda ordem. Aguardando a nomeação O sindicato está aguardando que o governador Roberto Requião divulgue quem é o novo secretário de Saúde para que iniciemos o diálogo sobre o assunto. Acreditamos que o estabelecimento de um processo negocial responsável e profundo ajude a solucionar de vez a situação.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Notícias relacionadas

Nenhum registro encontrado.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS