SindSaude Terça-feira, 14 de agosto de 2018

Notícias

Imprimir
  • 05/04/2018

    Vamos cobrar a dívida antes que seja tarde!

    Vamos cobrar a dívida antes que seja tarde!
    Dia 9 a ParanaPrevidência terá um dia decisivo. Compareça!

    Na próxima segunda-feira, 9/4, é a última chance que temos de fazer o governado Beto Richa assumir uma dívida de R$ 300 milhões. O governador taxou as/os aposentadas/dos, mas nega pagar a sua parte da contribuição previdenciária. Chegou a baixar decreto se autoautorizando a dar o cano. Manobra que o TCE – Tribunal de Contas do Estado – já disse que é ilegal.

    Na próxima segunda-feira, 9, será a última reunião do Conselho de Administração da ParanaPrevidência antes que Richa deixe o governo. A última chance de reprovar as contas. A irresponsabilidade da atual gestão é tamanha que até as/os conselheiras/os que geralmente votam com o governo já demonstram preocupação com o futuro do Sistema.

    Por isso, a presença das/os servidoras/es aposentadas/os e da ativa é tão importante. De acordo com a conselheira do funcionalismo na ParanaPrevidência, Vilma Terezinha Pinto, o momento é otimista. “Pela primeira vez podemos reprovar as contas, obrigar o governo a reconhecer a dívida e apresentar ao menos uma proposta de pagamento parcelado”.

    Caso contrário O também conselheiro do funcionalismo, José Maria Marques, alerta para o impacto que a má administração do governador pode causar no futuro. “Da forma como está, sem pagar a parte patronal, em 2024 o Fundo já não se sustentará.”

    Redução de danos Com a lei 18.469, aprovada no dia do massacre, 29 de abril de 2015, todos os anos o governo pode sacar pouco mais de R$ 2 bilhões do nosso Fundo Previdenciário. Essas retiradas alteram toda a sustentabilidade do Fundo. De 2015 até 2017 foram retirados R$ 6,3 bilhões.

    Venha! – Uma das nossas conselheiras na ParanaPrevidência é a ex-servidora do Lacen agora aposentada, Soraia Gilber. Ela convoca toda a brava gente da saúde a comparecer na ParanaPrevidência a partir das 9h. “Podemos em um futuro breve chegar à mesma situação que o Rio de Janeiro que, no ano passado, ficou sem dinheiro para pagar as aposentadorias”.

    Por isso compareça, a segurança do nosso futuro depende da aprovação ou não dessas contas!

    Inúmeros alertas O SindSaúde tem acompanhado e divulgado esse quadro sinistro da nossa poupança de aposentadoria. Os alertas foram dados, medidas foram tomadas – ação jurídica, manifestações, pedidos de informações, reuniões no Tribunal de Contas do Eestado e Ministério Público. Portanto, essa chamada é mais uma de tantas que o Sindicato faz para que você venha lutar pelo que te pertence, pois a cada mês um tanto considerável do seu salário fica para o fundo de previdência. Confirme sua presença ligando para 41 3322-0921.

    Segunda-feira - dia 9 de abril - 9h – ParanaPrevidência – Rua Inácio Lustosa, 700

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS