SindSaude Segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Notícias

Imprimir
  • 15/06/2018

    Comissão do Conselho Estadual de Saúde vai ao HRL

    Comissão do Conselho Estadual de Saúde vai ao HRL
    De olho na administração da Funeas
    O SindSaúde recebe com frequência muitas denúncias da precarização das condições do Hospital Regional do Litoral.

    São tantos e tão graves os problemas que as equipes ficam sem condição de atendimento. É falta de material. É pessoal em número insuficiente. São inúmeras questões a serem abordadas com a gestão. Por isso, o SindSaúde PR solicitou que o Conselho Estadual de Saúde – CES – retornasse ao hospital para averiguar a situação.

    A visita aconteceu ontem, 14, pela Comissão do CES e a direção sindical estava junto para reforçar a existência permanente de problemas. O trabalho do grupo se desenvolveu passando pelos setores averiguando as condições de funcionamento. Os integrantes da Comissão constataram que na farmácia faltam alguns medicamentos, que o material utilizado, por exemplo, o cateter intravenoso, é de péssima qualidade e causa mais dor ao paciente. Para que a população usuária tenha uma assistência de qualidade, é necessário ter também condições de trabalho.

    A regra de que não pode haver troca de plantão é abusiva, pois se existe a garantia de não deixar o setor esvaziado de funcionárias/os, a troca em nada prejudica o atendimento.

    E que o que prejudica mesmo é a falta eterna de pessoal. Essa não acaba nunca!

    Hora extra no prego – O não pagamento de hora extra para as/os servidoras/es da Sesa é uma nova regra absurda. Simples assim: sem pessoal, como manter todos os leitos funcionando sem hora extra? Interessante que são dois pesos e duas medidas. Para as/os contratadas/os pode, já para a nossa equipe não.

    Os boatos são que privilégios rolam com alguns “peixinhos” contratadas/os via Funeas.

    A equipe disse que viver três anos com salário congelado é terrível, mas que as condições de trabalho tão degradadas trazem ainda mais sofrimento.

    Com tanto abuso na falta de condições de trabalho é hora de agir com força e determinação. O SindSaúde estará sempre junto com a equipe para cobrar as melhorias, organizando a indignação e fazendo luta junto com a categoria.

    Na opinião da direção do SindSaúde, depois de quase dois anos de administração da Funeas, já temos argumentos mais que suficientes para dar um basta nessa Fundação incompetente.

Esta matéria pode ser reproduzida desde que citada a fonte.

Av. Marechal Deodoro, 314, 8º andar, conjunto 801 - Edifício Tibagi, Curitiba, PR CEP: 80010-010 Telefone: (41) 3322-0921 E-mail: contato@sindsaudepr.org.br

DOHMS