NotíciasVídeos

Mobilização em Curitiba no Dia Mundial da Saúde: vacina, lockdown e auxílio emergencial já

O Brasil registrou na última terça-feira (6 de abril) o recorde de mortes por Coronavírus em um mesmo dia. 4.211 brasileiros perderam a vida para a Covid-19, um número estarrecedor. No Brasil, já são mais de 337 mil. Em março, a quantidade de mortes no Brasil foi equivalente à de 63 outros países somados.

Só no Paraná, entre os dias 6 e 7, foram 433 óbitos confirmados em 24 horas chegando, oficialmente, a 18 mil paranaenses mortos em decorrência da doença.

Sofrendo há mais de um ano com a doença, atravessamos o pior momento da pandemia e os governantes não dão uma resposta à altura para o problema.

Por isso, neste dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, o SindSaúde-PR participou de um ato simbólico em Curitiba para protestar contra o descaso dos governos negacionistas que permitiram que a situação chegasse a esse ponto.

 

É impossível pensar na sobrevivência sem que haja vacinas para todas e todos e sem que haja garantia do pagamento de um auxílio emergencial digno, de no mínimo R$ 600, que possibilite que as pessoas realmente fiquem em casa, em segurança.

É urgente articular um plano nacional de imunização e promover um lockdown de verdade para impedir que a tragédia continue aumentando.

 

Fonte: SindSaúde-PR